Atendimento Humanizado em Gestão de Pessoas

Atendimento humanizado em gestão de pessoas

Dentro do mundo empresarial e, se tratando em direitos trabalhistas, a forma como o colaborador é visto mudou nos últimos anos. Entre demandas cada vez maiores de trabalho, a gestão de pessoas torna humanizado processo de Recursos Humanos.

Conforme as décadas passaram, muitos conceitos mudaram em relação aos papéis laborais, jornada de trabalho e, principalmente, humanização dos colaboradores dentro de uma companhia.

Apesar de ainda existirem jornadas de trabalho extenuantes (principalmente dentro da área da saúde), a forma como o colaborador é visto, tratado e compreendido pela empresa está se tornando mais leniente, oferecendo benefícios e folgas para aplacar possíveis problemas.

Isso acontece pois pequenas revoluções dentro da gestão de recursos humanos permitiram que deixassem de ver o colaborador como peça, mas sim como alguém de suma importância para cada um dos processos e cotidiano.

Não mais robôs ou máquinas, o colaborador é humano e merece uma gestão humanizada.

Quer saber mais sobre como a gestão de pessoas está tornando o atendimento e trabalho mais humanizado? Continue lendo o conteúdo a seguir.

O que é humanização na gestão de pessoas?

A humanização na gestão de pessoas é exatamente o que o enunciado diz: a transformação, a criação de uma consciência ética e humana na área de Recursos Humanos.

A oferta de emprego e adaptação do mercado de trabalho às demandas dos colaboradores mudou, isso, na verdade, é uma constante em todo e qualquer segmento ou indústria. Nada funciona da mesma forma eternamente, porque tudo é um organismo vivo.

Desta forma, os critérios para definir e rotular um empregado como eficiente e compatível com uma vaga de emprego não mais dependem somente do quanto ele consegue trabalhar, mas também confia na personalidade e como ele se porta, aptidões e singularidades.

Isso trouxe uma cultura diferente para dentro do mercado de trabalho brasileiro. E isso não é mais somente uma parte da gestão estratégica de marketing e vendas para alocar bem o nome de uma companhia no mercado, mas sim uma característica empregatícia atual.

Para encontrar colaboradores produtivos, conectados com suas tarefas, agora é necessária uma análise contundente e profunda, entrevistas que visam encontrar um meio termo entre as exigências.

Isso é uma forma de analisar e descrever a humanização do mercado de trabalho e do processo envolvendo a gestão de pessoas, uma parte importante da área de RH (Recursos Humanos), da qual lida com todas as demais áreas e seus colaboradores.

Essa demanda por maiores análises e profissionais capacitados fez surgir um aprofundamento no assunto dentro da gestão de pessoas faculdade, pois muito mais do que oferecer benefícios pelo trabalho desempenhado, o colaborador quer ser ouvido.

Para se certificar do bem-estar entre todos os contratados, assim assegurando a produtividade e baixa rotatividade em setores

Qual o papel da gestão de pessoas na humanização do colaborador?

Essa humanização permitiu que fossem observados pontos chave dentro do mundo empresarial: o processo que leva à produtividade.

Observou-se a algumas décadas que a produtividade e permanência de um colaborador não estava mais somente ligada ao salário, mas também à satisfação do mesmo em relação ao emprego e a empresa em si.

Um colaborador satisfeito tende a trabalhar na mesma empresa por mais tempo. Isso é de uma importância imensurável, pois o “capital humano e intelectual” é o principal custo dentro de uma organização, sendo ele constante, mensal e duradouro.

Contudo, o desligamento de um colaborador pode acabar custando quase o dobro do valor de sua contratação. Esse número fica ainda mais caro quando se considera que outro profissional deverá entrar no lugar, assim passando pela admissão.

Outro ponto aprimorado pela gestão de pessoas em startups está justamente na adaptação de colaboradores. Hoje, além da eficiência, um critério importante é a combinação de todos os contratados com a cultura institucional da empresa.

Encontrar alguém que se encaixe nas demandas e cultura instituída pelo gestor e administrador da empresa é uma tarefa que requer análise, isso deve acontecer através de perguntas feitas pelo especialista em gestão de pessoas.

Ainda assim, o processo de humanizar a gestão geral da instituição também envolve a adaptação da empresa aos seus colaboradores.

A instituição é um organismo que só irá trabalhar se tudo estiver adequadamente ajustado e funcional.

A adaptação geral para tornar o ambiente de trabalho menos hostil e mais confortável acaba funcionando como um estímulo na gestão financeira a distancia, ou em outras áreas que dependem 100% do esforço laboral humano.

Pode parecer redundante, mas a conclusão é de que a gestão humanizada tem o papel de humanizar a empresa, tornando o processo de trabalho menos um sacrifício e mais uma satisfatório a todos os envolvidos.

Como deve ser o atendimento humanizado?

Dentro de instituições hospitalares, o tratamento humanizado é ainda mais notável, pois, além de lidar com humanos, envolve cuidar de pessoas doentes e mais vulneráveis, sensíveis ao tratamento bruto.

O atendimento humanizado é ressaltado e suas principais técnicas ensinadas em uma especialização em administração hospitalar, pois será responsabilidade do profissional de RH do hospital treinar e instruir a todos.

Desta forma, o atendimento humanizado ressalta a importância de compreender e abraçar o sofrimento do paciente, demonstrando compreensão e que a instituição está pronta para ajudar da melhor forma possível.

O profissional também deverá priorizar a satisfação do paciente acima de tudo, assim garantindo a eficiência dos tratamentos.

Assim como ensinado no curso de gestão de pessoas online, o atendimento humanizado deve respeitar os pilares da gestão humanizada:

  • Observar diligentemente as necessidades dos pacientes;

  • Promover uma comunicação eficaz entre todos os colaboradores;

  • Criar laços de confiança entre paciente e colaborador;

  • Adequar as ações de acordo com as necessidades do paciente.

Isso pode também ser transportado e aplicado em empresas de qualquer segmento e porte, pois a humanização de grandes multinacionais sempre receberá mais atenção, mas todos merecem ser respeitados dentro da instituição de trabalho.

Qual a importância do atendimento humanizado para as empresas?

Como foi ressaltado anteriormente, o atendimento humanizado possui um papel crucial na contratação e retenção de talentos adequados à cultura organizacional da empresa. Por isso, existem benefícios exclusivamente atrelados a eles.

Assim como ressaltado em um curso tecnologo de gestão de pessoas a distancia, os benefícios de assegurar uma gestão humanizada incluem:

  1. Aumento na produtividade e nas finanças

É de conhecimento geral que um colaborador feliz sempre produzirá mais e melhor, justamente por enxergar na instituição um local seguro e que o respeita como indivíduo, não somente como uma peça a ser substituída.

O respeito e a satisfação representam um aumento significativo na produtividade individual e da equipe completa.

Outro ponto igualmente afetado pela satisfação é o rendimento financeiro: a produtividade aprimorada poderá trazer retornos em capital monetário, um importante fator para a sobrevivência e crescimento da empresa.

  1. Talentos satisfeitos e retidos

Outro ponto já ressaltado, mas igualmente importante é a retenção de talentos para a companhia.

Dispensar e contratar novos nomes para a empresa sempre será caro, pois o capital humano em si possui um valor inestimável, mas sua presença ou falta dela acaba custando o dobro de qualquer valor pedido.

Sendo assim, a gestão humanizada funcionará para reter talentos por mais tempo, sem deixar que se sintam menos satisfeitos.

  1. Clima organizacional aprimorado

A retenção de talentos e aumento na produtividade aprimoram uma parte essencial para garantir a sobrevivência de uma empresa: o clima organizacional.

A gestão humanizada faz todos se sentirem ouvidos, assim melhorando todo o clima dentro da organização e a satisfação geral dos colaboradores.

  1. Promoção do equilíbrio entre a vida pessoal e profissional

Uma chave para uma gestão humana de sucesso está no equilíbrio.

Por reconhecer o colaborador como um ser humano, a gestão humanizada permite que haja um equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, pois isso é importante para a felicidade e saúde do colaborador.

Um colaborador com os aspectos mais importantes de sua existência bem equilibrado, acaba se sentindo contente com o próprio trabalho e se mantendo dentro da instituição por mais tempo.

  1. Ética de trabalho respeitada

O estímulo à ética de trabalho é importante por assegurar, além do respeito ao colaborador, mas também a abraçar todas as normas técnicas necessárias e o sistema de contratação CLT.

Um colaborador respeitado e que reconhece o local de trabalho como um órgão ético, acaba se sentindo mais seguro em continuar na instituição por períodos mais longos.

A gestão e o atendimento humanizado devem andar de mãos dadas com os princípios éticos laborais.

A gestão humanizada valoriza o maior capital de uma instituição: o colaborador.

You May Also Like

Esse site usa cookies e solicita algumas informações para melhorar sua experiência.