Espanhol x Inglês, qual idioma devo aprender primeiro?

Espanhol x Inglês, qual idioma devo aprender primeiro?

Sem dúvida nenhuma o Brasil é um país em que a cultura se divide entre aprender um idioma estrangeiro de maneira binária. Ou você aprende o inglês, ou você aprende o espanhol.

E sinceramente, é impossível tentar levar um curso de espanhol e um curso de inglês ao mesmo tempo. Quem não tem muita aptidão para línguas mal consegue carregar um curso de uma vez, quanto mais dois.

Então fazer a escolha entre os dois principais cursos pode ser realmente inevitável.

Mas ainda que você queira aprender os dois idiomas de maneira separada, qual seria o caminho correto para começar? Teria um idioma que sairia melhor para aprender antes do outro?

Preocupado em te ajudar, criei este pequeno guia que pode trazer alguns pontos relevantes para você fazer a sua escolha. Vamos conferir?

 

Espanhol ou Inglês: qual idioma aprender primeiro?

Primeiramente é importante dizer que não existe uma resposta 100% correta para este dilema. Até porque a maioria das pessoas estão em situações únicas e que não vão ter como fazer uma escolha global.

Por isso, deixo aqui algumas perguntas para levar em consideração que vão te auxiliar na escolha de um melhor caminho para você.

Lembrando que a decisão é sua, e a recomendação é que uma vez que você tenha começado, o ideal é ir até o final. Ser fluente em um idioma, independente de qual for, é uma maneira incrível de alcançar oportunidades das mais variadas, seja no ramo profissional, pessoal ou qualquer outro.

Sendo assim, leve todos os fatores em consideração, porém mantenha-se firme!

 

1 – Qual idioma te faz mais falta?

Provavelmente você tem algum tipo de contato com algo que é necessário ou mesmo que te atrai no dia a dia. Pode ser um jogo, um estilo musical, um programa de televisão, etc…

Quando você está consumindo este tipo de conteúdo, você precisa entender qual idioma?

Encarar este fato acaba um pouco com a ansiedade da pessoa em estar investindo em um idioma por necessidade ao invés de algo que ela realmente quer. É como se você estivesse namorando uma pessoa, mas pensando em outra.

Isto dificilmente daria certo, principalmente pelo fato de que estudar um idioma novo requer muita dedicação e atenção.

Além disso, grande parte do aprendizado vem do consumo do idioma. Pois mesmo que você não entenda tudo o que está sendo dito, é possível encontrar o sentido de algumas frases e palavras soltas.

Estas conexões são o que realmente fará toda a diferença no final.

 

2 – Onde você gostaria de visitar?

Um dos grandes motores do aprendizado é a motivação. Então, para que você esteja motivado a aprender um idioma é preciso colher a necessidade de aprender ele. O turismo pode ser essa necessidade aparente.

Sendo assim, pense em quais locais você gostaria de visitar e morar. Pode até ser que você nunca vá para lá de fato, mas o senso de propósito com todas estas horas de estudo com certeza vai impulsionar os resultados.

 

3 – Esqueça a dificuldade

Muitas pessoas possuem um certo receio de começar um idioma porque acham que ele será difícil. Isto normalmente está associado a alguma tentativa fracassada de aprendizado.

Mas o fato que estas mesmas pessoas ignoram é que não há um idioma fácil de aprender. Até mesmo o nosso precisa ser estudado até o final do ensino médio para aprendermos todas as regras.

Enquanto não temos a capacidade de estabelecer um diálogo acabamos por pensar que praticamente tudo do que estamos aprendendo é um tanto quanto sem sentido. Por isso, o melhor a se fazer é realmente focar em um dos dois e prosseguir.

Por um lado o inglês tem um vocabulário completamente diferente e pronúncias pouco naturais para nós, mas a gramática é muito mais simples e tranquila de se entender.

Agora, o espanhol tem um vocabulário em que grande parte é deduzível, mas a gramática pode ser tão difícil quanto a nossa. E claro, ninguém gosta de ficar horas estudando a gramática de uma língua.

 

4 – Veja quem ao seu redor fala aquele idioma

O maior obstáculo sem dúvida é a conversação. Você tenta aprender a conversar falando tudo no idioma correto sem ter que traduzir tudo na cabeça antes de pronunciar.

Entretanto, para que isso dê certo é necessário muita prática, e nesse caso a prática da sala de aula não costuma ser suficiente.

Ter amigos que falam outros idiomas acaba sendo um fator de peso, porque você terá com quem treinar de vez em quando.

Não que esse seja um obstáculo intransponível, afinal de contas existem vários sites e programas para te ajudar com esta prática.

Mas ter alguém no processo de aprendizado junto com você é algo bastante motivador para ambos, e pode significar uma experiência muito mais suave e divertida.

 

5 – Na dúvida escolha inglês

Pode parecer um pouco estranho e contraditório dizer isso agora, mas a verdade é que o inglês é sem dúvida o dialeto universal do nosso planeta.

Praticamente em qualquer país que você for existirá alguém que tem a capacidade de falar o inglês para te ajudar.

Isto sem contar toda a indústria do entretenimento e até mesmo as melhores ferramentas de trabalho, digitais ou físicas. Todas estas coisas são feitas em inglês para conseguir atingir o maior público possível!

Então, se você realmente não consegue se decidir, faça o inglês, afinal de contas você terá mais chances de conseguir um bom resultado.

 

Conclusão

A escolha entre um curso de inglês ou um curso de espanhol para começar não é fácil. Mas gostaria de dizer que aprender um idioma novo realmente não é uma tarefa fácil de maneira geral.

Por isso, é importante que você esteja preparado para encontrar grandes horas de tédio e esforço sem parecer que houve muito resultado.

Claro, sempre existem caminhos que facilitam o trajeto, mas isto é um assunto para outro material.

Então por hoje é isso, espero ter te ajudado a tomar um rumo para seus estudos. Entretanto, se ainda ficou alguma dúvida, pode chegar aqui nos comentários e perguntar à vontade, ok?

Até a próxima!

You May Also Like

Esse site usa cookies e solicita algumas informações para melhorar sua experiência.